WhatsApp Image 2024-01-19 at 09.43.14

 “Discursos de ódio e Paz em Tempos de Guerra” é o tema para a  12.ª edição da Operação “7 Dias com os Media“, que decorre de 3 a 9 de maio de 2024. O GILM, promotor da iniciativa, encoraja vivamente a participação ativa de todos. É uma nova oportunidade para enriquecer o debate e a compreensão em torno do papel dos media, através do desenvolvimento e partilha de projetos e iniciativas que promovam uma utilização consciente e responsável dos media.

A era digital trouxe consigo a democratização do acesso à informação, mas também expôs as sociedades à radicalização e à polarização das opiniões, alimentando sentimentos de medo, insegurança e incerteza.

Este fenómeno é evidenciado nos conflitos na Ucrânia e na Palestina, que transcendem o campo de batalha físico, assumindo uma nova dimensão – a guerra comunicacional,que se desenrola tanto nos territórios em disputa quanto nas esferas digitais e mediáticas de todo o mundo. 

Em Portugal a guerra comunicacional é visível em temas fraturantes (política, desporto, identidade de género, entre outros), mas também em debates do quotidiano, que contribuem para o radicalismo e polarização da sociedade.

O poder dos media em moldar perceções e narrativas é imenso. A natureza instantânea e viral da internet significa que a guerra comunicacional é agora amplificada e, em alguns casos, distorcida nos e pelos meios de comunicação social e redes sociais, influenciando fortemente a opinião pública. Este poder dos media, se mal utilizado, alimenta o ódio, a desinformação e a polarização, contribuindo para intensificar conflitos e semear divisão, a pretexto da liberdade de expressão.

Os media também têm o poder de atuar como agentes de paz, promovendo o diálogo, a compreensão e a tolerância. Com as redes sociais, todos podemos amplificar discursos de paz, mas também agravar conflitos ao difundir desinformação ou mensagens de ódio. Por isso, é essencial que todos aprendamos a ser críticos com o que consumimos e partilhamos, promovendo o respeito pelos direitos humanos e criando comunidades mais unidas e informadas.

Estes são alguns tópicos para reflexão, mas são bem vindas todas as ideias e temáticas relacionadas com a literacia mediática e com os diferentes tipos de media (Imprensa, Rádio, Televisão, Internet, Redes Sociais, Videojogos…). Nos 7 dias com os Media existe abertura para receber todos os contributos que ajudem a refletir sobre os média e a importância da literacia mediática.

– Os media e o jornalismo na promoção dos discursos de paz

– O poder das narrativas visuais na sensibilização para a paz

– Padrões éticos e responsabilidade no campo dos media

– A construção de narrativas falsas sobre conflitos pela desinformação e propaganda online

– Inteligência artificial e manipulação da realidade

– O radicalismo e polarização das sociedades

– Discursos de ódio nas redes sociais 

-Os limites da liberdade de expressão em democracia

– A responsabilidade individual na produção e partilha de conteúdos online

 

 

As regras para participar são conhecidas das edições anteriores:

Quem pode participar?

 

Todos os interessados em desenvolver projetos/atividades, alinhados com os objetivos propostos. As edições anteriores revelaram participantes muito diversos e esse é um objetivo a manter: escolas, associações, bibliotecas, clubes, meios de comunicação social, universidades, famílias…

 

Quais os formatos dos projetos/iniciativas?

Todos os que os participantes escolherem (seminários; conferências; tertúlias; debates; entrevistas; notícias; podcastsvlogs; músicas; desenhos; fotografias cartazes; vídeos), o limite continua a ser a criatividade.

 

Quantas iniciativas podem ser registadas por cada participante?

Não há um número limite.

 

Como registar as iniciativas/projetos?

Através do formulário de registo que será apreciado pelo GILM e transformado numa ficha de registo que ficará publicada e visível na secção iniciativas 2023 do site.

 

Critérios a cumprir pelas atividades/projetos a registar

Serão publicadas as atividades/projetos que cumpram, cumulativamente, os seguintes critérios:

  • Apresentem uma relação com temáticas inerentes ao universo da literacia mediática;
  • Promovam o uso consciente e refletido dos media;
  • Não se esgotem na simples utilização de meios tecnológicos;
  • Apliquem padrões éticos e valores humanistas nas criações, produções, publicações e partilha de conteúdos submetidos;
  • Não visem fins meramente comerciais;
  • Acautelem os direitos de proteção de dados;
  • Respeitem os direitos humanos fundamentais, a dignidade humana e os valores cívicos.